Arraste para rodar o item

Em 1967, o Banco de Portugal preparava a emissão de uma nova chapa da nota de 1000 escudos. A personagem escolhida para figurar na frente da nota foi a rainha D. Maria II, intimamente ligada às origens do banco. O assalto à agência da Figueira da Foz em maio desse ano obrigaria o banco a antecipar a introdução destas notas em circulação.

1000 ESCUDOS
Chapa 10
Banco de Portugal
19-05-1967
Papel

Sabia que...

A efígie de D. Maria II no verso desta nota foi retirada de uma célebre moeda de ouro, de 1833, conhecida como “Degolada”?

Embora bastante comuns, as notas de 1000 escudos, chapa 10, transportam consigo um significado especial na história das emissões do Banco de Portugal. Efetivamente, trata-se da única nota emitida pelo banco alusiva à sua própria história e, mais especificamente, à sua fundação.

Na frente da nota, surge a efígie da rainha D. Maria II, ainda jovem, segundo um retrato da autoria do pintor inglês Thomas Lawrence, com a provável participação de John Simpson. Foi por decreto real de D. Maria II, datado de 19-11-1846, que o Banco de Portugal foi criado, recebendo pouco depois, em 29 de dezembro, a sua primeira carta orgânica.

No verso da nota destacam-se o medalhão com a efígie da rainha, à esquerda, orlado pela titulatura régia e o ano da fundação do banco, e, à direita, uma imagem dos antigos Paços do Concelho de Lisboa e da Praça do Pelourinho, anteriormente ao incêndio de 1863. Com efeito, foi no edifício dos Paços do Concelho que se instalou a sede quer do Banco de Lisboa, quer do Banco de Portugal, seu direto sucessor.

Mas a história desta nota está também intrinsecamente ligada aos acontecimentos que surpreenderam o país em maio de 1967. No dia 17 de maio, um grupo antifascista invadia a agência da Figueira da Foz e roubava 29 000 contos em notas do Banco de Portugal. Dois dias depois, com vista à futura retirada de circulação dos tipos de notas roubados, o Conselho Geral do Banco de Portugal decidiu que deveriam ser rapidamente preparadas para a sua primeira emissão 12 milhões de notas de 1000 escudos, chapa 10, já na posse do banco.

No final deste conturbado mês de maio, bastante antes do esperado, entravam assim em circulação as primeiras notas de 1000 escudos com a efígie de D. Maria II.

Receba as novidades
do Museu do Dinheiro

Inscreva o seu email para receber novidades sobre as actividades e exposições do Museu do Dinheiro.

É obrigatória a indicação deste campo.

Obrigado.

Acabou de lhe ser enviado um e-mail para confirmar o seu registo e validar o seu endereço de e-mail.

Por favor, clique no link nesse e-mail para confirmar a sua inscrição.
Não foi possível subscrever o seu email. Por favor tente mais tarde.