Até 30-09-2021

Ensinar através do dinheiro

entrada livre

Ensinar através do dinheiro

Um artigo do British Museum chama a atenção dos profissionais de educação para o potencial pedagógico de ensinar através do dinheiro. Refletindo sobre como todos os ciclos de ensino podem usar coleções históricas de notas moedas, ou outros sistemas de pagamento, para compreender os processos históricos, o mundo que herdámos do passado, aquele em que vivemos hoje e qual queremos construir para o futuro.

Partindo das experiências de aprendizagem que têm lugar nos museus, o artigo, também, é um bom ponto de partida para a aplicação no contexto da educação formal.

 

RECURSO EDUCATIVO:

Artigo “Creating an appreciation of money: Contextualised financial education through monetary collections” (Valorizar o dinheiro: a educação financeira no contexto das coleções numismáticas) de Mieka Harris, disponível em: http://icomon.mini.icom.museum/wp-content/uploads/sites/20/2018/12/Creating_an_appreciation_of_money.pdf

Informações

Recursos Educativos Online

·     >Temática: Dinheiro e pedagogia
>“Creating an appreciation of money: Contextualised financial education through monetary collections” (PDF)
>Todos os níveis de ensino
>Em Inglês
>Acesso gratuito
>Fonte: ICOMON (ICOM International Committee for Money and Banking Museums)

As “três grandes” perguntas da literacia financeira

Em 2012, no âmbito do projeto internacional PISA sobre a avaliação de competências e conhecimentos dos alunos, a OCDE fez a primeira avaliação sobre a literacia financeira de estudantes do ensino secundário. Este recurso advém da investigação e questionário desenvolvidos para essa avaliação. São as três perguntas consideradas fundamentais para avaliar a preparação dos jovens (e de todos nós!) para tomar decisões financeiras informadas e responsáveis ao longo da vida. 

Adaptado a partir de artigos de Annamaria Lusardi, diretora do Global Financial Literacy Excellence Centre. 

RECURSOS EDUCATIVOS: 

Three Questions to Measure Financial Literacy” disponível em: https://gflec.org/wp-content/uploads/2015/04/3-Questions-Article2.pdf  (PDF) (em inglês)

e  “As três grandes perguntas da literacia financeira” (PDF)

Informações

Recursos Educativos Online

>Temática: Literacia financeira
>“Three Questions to Measure Financial Literacy” (PDF), “As três grandes perguntas da literacia financeira” (PDF)
>Secundário
>Conteúdos em Inglês e Português
>Acesso gratuito 
>Fonte: GFLEC (Global Financial Literacy Excellence Centre)
>Sobre o PISA (Programme for International Student Assessment), ver http://www.oecd.org/pisa/ (em inglês)

4 conceitos essenciais: poupança, necessidade, rendimento e despesa

Sabes para que serve um mealheiro? Já tens um? 
Se sabes e não tens talvez esteja na altura de teres. Descobre a origem da palavra mealheiro ou porque é que os mealheiros mais típicos têm a forma de um porquinho. E, ainda como fazer um! 

A palavra mealheiro tem origem nas primeiras moedas portuguesas: os dinheiros. Quando alguém precisava de metade do valor de 1 dinheiro, cortava a moeda ao meio. Essas metades chamavam-se «mealhas»! E é da palavra mealha que surgiu a palavra "mealheiro”. O antigo mealheiro de barro, em forma de porquinho, é como se fosse um pequeno cofre, que originalmente não tinha chave ou código como alguns dos que temos hoje em casa. Antigamente, para podermos tirar as moedas de dentro do mealheiro, tínhamos de o partir!

Não se tem a certeza, mas diz-se que os mealheiros com esta forma surgiram na Alemanha e em Inglaterra há cerca de 300 anos. Em Inglaterra, “mealheiro” até se diz piggy-bank (porquinho-banco). Mas porquê a forma de porco? Porque este animal e a sua carne foram e são muito importantes para algumas culturas, como fonte de alimentação, e como tal guardam muito valor.

 

RECURSOS EDUCATIVOS:

Como fazer um porquinho mealheiro” (PDF)

"Caderno 1 de educação financeira" (PDF), disponível em: https://www.todoscontam.pt/sites/default/files/SiteCollectionDocuments/CadernoEducaoFinanceira1.pdf

Informações

Recursos Educativos Online

>Temática: Poupança, necessidade, rendimento e despesa
>“Como fazer um porquinho mealheiro”, "Caderno 1 de educação financeira"
>1º Ciclo (3º e 4º Ano) e 2º Ciclo
>Em Português
>Acesso gratuito 
>Fontes: Museu do Dinheiro, Referencial de Educação Financeira < https://www.todoscontam.pt/pt-pt/caderno-de-educacao-financeira-1 >

O que é a inflação?

Como é que a inflação está relacionada com a estabilidade de preços, e com as taxas de juro? E como é que todos estes conceitos não se limitam a encher páginas de jornais, mas afetam diretamente o nosso dia-a-dia?

Nestes recursos, essencialmente em vídeo e com uma linguagem e grafismo jovens e apelativos, descomplica-se o objetivo primordial dos bancos centrais: manter os preços estáveis e impedir alterações bruscas no poder de compra dos cidadãos através da aplicação de instrumentos de política monetária.

 

RECURSOS EDUCATIVOS:

Vídeo “A estabilidade de preços é importante porquê?”, disponível em: https://youtu.be/v4Zmx5OsKM8

"Política monetária: o que é e como funciona? A ação do Banco de Portugal" (link), disponível em: https://www.bportugal.pt/page/o-que-e-e-como-funciona?mlid=878

Vídeo "Sabe para que serve a política monetária?", disponível em: https://youtu.be/ijFbMDT84Q4

Informações

Recursos Educativos Online

>Temática: Inflação, Política monetária
>“A estabilidade de preços é importante porquê?” (vídeo), "Sabe para que serve a política monetária?" (vídeo) e "Política monetária: o que é e como funciona? A ação do Banco de Portugal" (link)
>Secundário
>Em Português
>Acesso Gratuito
>Fontes: Banco Central Europeu (BCE) e Banco de Portugal (BdP)

O valor do dinheiro

Ao longo dos tempos, usaram-se muitos bens como meio de pagamento, ou seja, como dinheiro. O quer dizer que o dinheiro está intimamente relacionado com o conceito de valor, e esse valor é medido quase sempre em dinheiro. Mas será o valor fixo, ou pode depender daquilo que determinada pessoa está disposta a pagar?

Este pequeno filme de animação fala d’ “O Paradoxo do Valor”, introduzido por um dos pais da economia, Adam Smith, e aqui descodificado pela jovem economista indiana Akshita Agarwa.

 

RECURSO EDUCATIVO:

Vídeo "The Paradox of Value" (O Paradoxo do Valor), disponível em: https://ed.ted.com/lessons/the-paradox-of-value-akshita-agarwal (em inglês com opção de legendas em português automáticas)

Informações

Recursos Educativos Online

>Temática: Economiamatemática
>Vídeo "The Paradox of Value" (TED)
>3.º Ciclo e Secundário
>Em Inglês (opção de legendas em português automáticas)
>Acesso Gratuito
>Fonte: Ted Talks

Veja também:

Receba as novidades
do Museu do Dinheiro

Inscreva o seu email para receber novidades sobre as actividades e exposições do Museu do Dinheiro.

É obrigatória a indicação deste campo.

Obrigado.

Acabou de lhe ser enviado um e-mail para confirmar o seu registo e validar o seu endereço de e-mail.

Por favor, clique no link nesse e-mail para confirmar a sua inscrição.
Não foi possível subscrever o seu email. Por favor tente mais tarde.