Na Roda da Fortuna

entrada livre

No fim-de-semana de encerramento da exposição "Belas-Artes da Academia. HOJE", um coletivo multidisciplinar apresenta um momento performativo que suscita diálogos e propõe uma reinterpretação conceptual das obras expostas. A performance procurará materializar ideias e formas através da circularidade do movimento. O resultado final serão as memórias suscitadas por gestos de provocação estética, esculpidos com humor, música e poesia.

Qual RODA DA FORTUNA, a Arte fixa os diálogos dos artistas de todos os tempos com o mundo que os rodeia, trabalhando os temas intemporais do quotidiano. Um coletivo multidisciplinar formado para responder ao desafio de colaborar na reinvenção de uma ACADEMIA NACIONAL DE BELAS ARTES centenária, a performance procurará suscitar diálogos com um passado de arquétipos que, subjacente na História, nas Artes e Arquitetura, convida à evocação, ao sonho e à reflexão sobre o mundo que nos rodeia! A performance desenvolver-se-á numa sucessão coreográfica de gestos que procurarão materializar a vitalidade de ideias e formas recorrendo à circularidade do movimento, ciclicamente repetitivo e padronizado como a vida ou a arte. Se as formas essenciais evoluem para compósitas numa relação (des)contínua entre a cultura herdada e a adquirida, procurar-se-á ilustrar essa linha de pensamento, desconstruindo e reconstruindo essa narrativa de forma adaptada ao presente. A sua riqueza dependerá das memórias suscitadas por gestos esculpidos com poesia e humor ao serviço da provocação estética.

O presente projeto propõe-se criar um momento performativo que, utilizando diferentes linguagens artísticas, pretende-se a partir da reinterpretação conceptual das obras expostas para a construção de uma narrativa sensorial que – assumindo a identidade própria da sua criação original quer contribuir para a promoção do debate em torno do objeto artístico e dos seus conceitos (cf. António Pedro Ferreira Marques, Livro Gama), num EQUILÍBIRO de opostos EM ETERNO RETORNO, subtítulo do projeto NA RODA DA FORTUNA.

Conceito, texto e dramaturgia

Maria Miguel Lucas
Carolina Vasconcelos Lapa

Performance e interpretação

Carolina Vasconcelos Lapa
Carlos Gaudi Gaudêncio
Mika Paprika
Inês Chambel
Maria Pinho
Simão Leal
Teresa Nogueira

Composição, arranjos e interpretação musical

Carolina Vasconcelos Lapa | Voz
Hugo Carpinteiro | Originais
Carlos Eduardo Reis | Percussão
Inês Chambel | violino
Teresa Nogueira | violino
Maria Pinho | violeta
Simão Leal | violoncelo

Registo e edição de som e imagem 

Digital Azul | https://digitalazul.pt/pt-pt/

Fotografia 

Ana Ferreira | www.facebook.com/anapfereira.fotografia/

Design

Dordio & Sénica atelier | www.dordiosenica.com

 

Informações

Performance
Na Roda da Fortuna

Perfomance no âmbito da exposição temporária Belas-Artes da Academia. HOJE 
Sábado, 27 de abril às 17h00 (30 min.)

Todos os públicos

Mais informações para info@museudodinheiro.pt ou +351 213 213 240

Veja também:

Receba as novidades
do Museu do Dinheiro

Inscreva o seu email para receber novidades sobre as actividades e exposições do Museu do Dinheiro.

É obrigatória a indicação deste campo.

Obrigado.

Acabou de lhe ser enviado um e-mail para confirmar o seu registo e validar o seu endereço de e-mail.

Por favor, clique no link nesse e-mail para confirmar a sua inscrição.
Não foi possível subscrever o seu email. Por favor tente mais tarde.