marcação prévia

Como dormirão meus olhos...

entrada livre

Um projeto musical que junta instrumentos, sons e palavras de outros tempos à criação contemporânea e aos recursos digitais.

Sons e palavras com memórias de há 800 (ou 500) anos atrás...embalam os meus olhos quando não querem dormir. Um projeto musical que junta instrumentos, sons e palavras de outros tempos à criação contemporânea e aos recursos digitais.
Filipe Faria e Pedro Castro trazem sons novos com instrumentos antigos... Como se tivessem fechado os olhos hoje e deixado passar centenas de anos. Como se fosse hoje... 

Música de Filipe Faria e Pedro Castro a partir de Diego Ortiz  (c.1510 - c.1570).

Textos selecionados por Filipe Faria: de Pero Meogo (s. XIII?), Cristóvão Falcão (c.1512 - c.1557), D. Dinis (1261 - 1325), Airas Nunes (s. XIII), Joam Zorro (s. XIII).

Filipe Faria voz | percussões, ukulele, berimbau, berimbau de boca, iPad

Pedro Castro | flautas, oboé de caccia, duduk, gaita-de-foles, didgeridoo, iPad

 

 

Informações

Concerto
Como dormirão meus olhos...
Sábado, 10 de março, às 11h00 (60 min.)

Todos os públicos (> 6 anos)
Marcação prévia

Mais informação para info@museudodinheiro.pt ou +351 213 213 240

 

Veja também:

Receba as novidades
do Museu do Dinheiro

Inscreva o seu email para receber novidades sobre as actividades e exposições do Museu do Dinheiro.

É obrigatória a indicação deste campo.

Obrigado.

Acabou de lhe ser enviado um e-mail para confirmar o seu registo e validar o seu endereço de e-mail.

Por favor, clique no link nesse e-mail para confirmar a sua inscrição.
Não foi possível subscrever o seu email. Por favor tente mais tarde.