O Futuro - Desenhar a moeda pelos alunos das escolas de Setúbal

Exposição temporária que ocorreu entre 15 de julho e 10 de setembro de 2016.

 

Abrir o Futuro 

O Futuro foi o tema proposto aos alunos das escolas do 2.º e 3.º ciclos para desenhar uma moeda de 5 euros.

Enquadrados, motivados e apoiados pelos professores, as dezenas de jovens que responderam ao repto pensaram o “futuro” através de um conjunto de metáforas, algumas comuns a gerações sucessivas de jovens que leram Júlio Verne ou, mais recentemente, viram filmes de ficção científica: extra-terrestres, habitando a terra ou outros astros, diferentes de nós e muito iguais a nós. Mas apareceram outros motivos: chaves desacertadas de fechaduras, mães grávidas com crianças nos braços, crianças ou jovens expectantes, cidades torcidas e agitadas sob céus tecnológicos.

Estes temas (e alguns outros) usaram recursos plásticos diversificados, uns tocados pelas estéticas da Banda Desenhada (nomeadamente de Ficção Científica), outros (ou os mesmos) pelas opções gráficas do design e da publicidade. Todos manifestam empenho, por vezes inegável talento onde futuras vocações se podem adivinhar. 

Por isso, os trabalhos expostos propõem uma ambiência onírica, carregada de afectividade e de desejos, ora mais individuais, ora partilhados pelo grupo. Outro modo de dizer os celebrados versos de António Gedeão: «o sonho comanda a vida».

Entre tantas propostas, o júri elegeu, para 1.º prémio, uma composição quase infantil de um menino de 12 anos: desenhou e escreveu, num jogo eficaz que reforça a letra com o traço, e o traço com a letra. Obliterou o presente, explicando o que foi o passado, e enunciando o que será o futuro: mais ecológico em todas as acepções do termo, mais feliz portanto. Menos tocado pelas sugestões dos professores e as propostas dos colegas, usou o verso e o anverso da moeda com uma energia comunicativa que nos põe em movimento. Nesse rápido voltar da moeda, o nosso presente é já mesmo o futuro.

E para que ele seja o que tantos jovens ficcionaram, esta iniciativa é um comovente contributo, usando o dinheiro para desenhar e sonhar. Trata-se, creio eu, de uma bela iniciação á arte, à economia e à vida.

Raquel Henriques da Silva | julho 2016

 

Ficha técnica

Design expositivo
Jorge Silva 
Museu do Dinheiro - Departamento de Serviços de Apoio/Banco de Portugal

Mediação Cultural
Museu do Dinheiro - Departamento de Serviços de Apoio/Banco de Portugal

Produção
Museu do Dinheiro - Departamento de Serviços de Apoio/Banco de Portugal
Anabela Carreira/INCM
Rita Nicolau/INCM

Vídeo
Steve Stoer

Montagem
Museu do Dinheiro - Departamento de Serviços de Apoio/Banco de Portugal
Fórmula P (Vinil - PVC)

Tradução
Banco de Portugal

Apoio técnico | Segurança
Departamento de Serviços de Apoio/Banco de Portugal

 

Concurso
Coordenação
Márcia Pacheco/CMS

Apoio às escolas
António Verdasca/INCM

Júri
André Letria
Maria Celeste Paulino
Raquel Henriques da Silva
Rodrigo Lucena
Rui Vasquez

Organização
Câmara Municipal de Setúbal
Imprensa Nacional-Casa da Moeda
Museu do Dinheiro - Departamento de Serviços de Apoio/Banco de Portugal

Informações

O Futuro
Exposição temporária que ocorreu entre 15 de julho e 10 de setembro de 2016.

Receba as novidades
do Museu do Dinheiro

Inscreva o seu email para receber novidades sobre as actividades e exposições do Museu do Dinheiro.

É obrigatória a indicação deste campo.

Obrigado.

Acabou de lhe ser enviado um e-mail para confirmar o seu registo e validar o seu endereço de e-mail.

Por favor, clique no link nesse e-mail para confirmar a sua inscrição.
Não foi possível subscrever o seu email. Por favor tente mais tarde.