marcação prévia

(Re) Visitar as fundações de Lisboa

entrada livre

A estacaria pombalina assumiu um lugar de destaque no imaginário da reconstrução de Lisboa após o terramoto de 1755, embora sejam escassos os exemplares acessíveis ao público

A estacaria pombalina assumiu um lugar de destaque no imaginário da reconstrução de Lisboa após o terramoto de 1755, embora sejam escassos os exemplares acessíveis ao público. 

Envoltas em fascínio, as estacas – que ainda hoje suportam quarteirões da Baixa – tornaram-se um ícone indissociável da paisagem de uma Lisboa racional e iluminista. 

A escavação arqueológica da Sede do Banco de Portugal deu à cidade a rara oportunidade de pôr a descoberto um enorme conjunto de estacaria, que agora se revela ao público. Incluindo alguma da documentação produzida no contexto dos trabalhos arqueológicos, esta exposição evidencia os traços fundamentais da estacaria enquanto elemento funcional e simbólico. 

Uma imagem de excelência da (re)fundação de Lisboa, oculta sob os nossos pés.

Informações

Para escolas e grupos

POR MARCAÇÃO PARA A DATA PRETENDIDA E / OU DISPONIBILIDADE DOS EDUCADORES DO SERVIÇO EDUCATIVO DO MUSEU

Reservas de terça a sexta das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00, para info@museudodinheiro.pt ou +351 213 213 240

Receba as novidades
do Museu do Dinheiro

Inscreva o seu email para receber novidades sobre as actividades e exposições do Museu do Dinheiro.

É obrigatória a indicação deste campo.

Obrigado.

Acabou de lhe ser enviado um e-mail para confirmar o seu registo e validar o seu endereço de e-mail.

Por favor, clique no link nesse e-mail para confirmar a sua inscrição.
Não foi possível subscrever o seu email. Por favor tente mais tarde.