Até 15-05-2022
entrada livre

Venha descobrir aspetos do quotidiano da cidade de Lisboa no fim do século XVI. Num dia normal, uma cidade singular.

A partir de evidências arqueológicas recuperadas durante as escavações da antiga igreja de S. Julião, de uma vista de Lisboa desenhada à pena por Simão de Miranda e de alguns objetos da época, o Museu do Dinheiro apresenta uma nova exposição temporária.

A exposição "Lx 14 mayo 1575" desvenda um pouco da vivência da cidade de Lisboa nessa quarta-feira, 14 de maio de 1575 - aparentemente um dia como tantos outros.

Em 1575, Portugal tinha-se afirmado como um império comercial, pioneiro na abertura de rotas marítimas entre a Europa, África, Ásia e Américas.
Por Lisboa transitam mercadorias vindas de todo o planeta e a cidade cresce, diversifica-se e consolida-se como um centro cosmopolita.
A sua porta de entrada é o rio Tejo, pelo qual circulam diariamente dezenas de embarcações.
Num desses navios, Simão de Miranda, um português ao serviço do Duque de Turim, aproveita uma breve visita a Lisboa e, no escasso tempo de que dispõe, desenha de forma rápida, mas concisa, uma impressionante vista da cidade a partir do Tejo.

E assim começa esta nova exposição do Museu do Dinheiro.

Informações

Exposição temporária
"Lx 14 mayo 1575"
De 10 de novembro 2021 a 15 de maio de 2022

Visita com o curador
Sábado, 4 de dezembro
às 15h30 (60 min.)

Mais informação para info@museudodinheiro.pt ou +351 213 213 240

Veja também:

Receba as novidades
do Museu do Dinheiro

Inscreva o seu email para receber novidades sobre as actividades e exposições do Museu do Dinheiro.

É obrigatória a indicação deste campo.

Obrigado.

Acabou de lhe ser enviado um e-mail para confirmar o seu registo e validar o seu endereço de e-mail.

Por favor, clique no link nesse e-mail para confirmar a sua inscrição.
Não foi possível subscrever o seu email. Por favor tente mais tarde.