23-05-2020

As sete últimas palavras de Cristo na cruz – Joseph Haydn

entrada livre

Neste concerto, a música de Haydn será acompanhada pela leitura do texto de José Saramago: As sete últimas palavras de Cristo na cruz.

A versão para quarteto de cordas de As sete últimas palavras de Cristo na cruz, uma das mais simbólicas obras de Joseph Haydn, muitas vezes considerada, paradoxalmente, uma autêntica “oratória sem palavras”. Haydn descreveu desta forma o contexto e circunstâncias que o levaram a compor esta peça: “Um cónego de Cádis pediu-me para compor uma música instrumental sobre As sete últimas palavras de Cristo na cruz. Na altura, era habitual, na Catedral de Cádis, tocar todos os anos, durante a Quaresma, uma oratória cujo efeito ficava notavelmente reforçado pelo facto de as paredes, as janelas e os pilares da igreja ficarem cobertos de preto; só uma grande lâmpada pendurada no centro quebrava esta santa escuridão. Ao meio-dia eram fechadas todas as portas e a música começava. Após um prelúdio apropriado, o bispo subia para a cátedra, pronunciava uma das sete Palavras e comentava-a. Terminando, descia e caía de joelhos diante do altar, rezando. Enquanto rezava, o espaço de tempo era preenchido pela música.
Depois o bispo subia para a cátedra e voltava a descer dela uma segunda, uma terceira vez. A cada vez a orquestra tocava depois da nova palavra pronunciada.
Na minha obra tive de ter em conta esta situação. A tarefa consistia numa sequência, sem perder a atenção do público, de sete Adágios que deviam durar, cada um, à volta de dez minutos, e não foi nada fácil.”

Neste concerto, a intemporal música de Haydn será acompanhada pela leitura do texto de José Saramago: As sete últimas palavras de Cristo na cruz.

DHArtes Ensemble

Ana Pereira e José Pereira | Violinos
Joana Cipriano | Viola
Tatiana Leonor | Violoncelo
João Pires | Produção

Luís Godinho | Encenação e narração

Agradecimento: Fundação José Saramago

Informações

Concerto
As sete últimas palavras de Cristo na cruz – Joseph Haydn
DHArtes Ensemble e Luís Godinho

Sábado, 23 de maio às 17h30 (75 min.)

Entrada livre condicionada à lotação da sala

Para todos os públicos (>10 anos)

Mais informação para info@museudodinheiro.pt ou +351 213 213 240

Imagem: Josefa d'Óbidos, Ecce Homo, Banco de Portugal

Próximas datas:
  • 23-05-2020 das 17:30 às 18:45

Receba as novidades
do Museu do Dinheiro

Inscreva o seu email para receber novidades sobre as actividades e exposições do Museu do Dinheiro.

É obrigatória a indicação deste campo.

Obrigado.

Acabou de lhe ser enviado um e-mail para confirmar o seu registo e validar o seu endereço de e-mail.

Por favor, clique no link nesse e-mail para confirmar a sua inscrição.
Não foi possível subscrever o seu email. Por favor tente mais tarde.